• Angelo Geraci

Qual a diferença entre Arquiteto e Engenheiro?

Atualizado: 5 de Set de 2019

A arquitetura e a engenharia civil andam de mãos dadas, em muitos aspectos uma profissão depende da outra, muitas atribuições de arquitetos dependem de engenheiros para funcionar, e vice e versa.


Em outras palavras, resumidamente os arquitetos são responsáveis por desenvolver um projeto e os engenheiros são responsáveis sobre como o projeto será executado. Porém, existem inúmeras outras áreas que tais profissionais podem trabalhar.


As diferenças entre as profissões começa desde cedo, na faculdade mesmo, por mais que sejam estudadas muitas coisas relativas são cursos totalmente diferentes, desde a didática até a prática.



Arquitetura na faculdade:


O curso de arquitetura é um curso bastante dinâmico, vale lembar que o curso é de arquitetura e urbanismos, eu diria que quase metade do curso é urbanismo, a quem reclame que não gosta de urbanismo ou não se interessa, mas são noções necessárias para que o arquiteto possa exercer a profissão com inteligencia segurança.


As faculdades de arquitetura em sua grande maioria puxam mais para o lado de humanas do que de exatas, por mais existam matérias de cálculo, são estudados muito mais conceitos históricos, técnicas de conforto, ergonomia, acessibilidade, entre muitas outras coisas. Isso fora as aulas de urbanismo onde se aprende muito sobre aspectos organizacionais de uma sociedade, abrangendo muito mais do que apenas projetos de casas ou prédios, mas tratando de assuntos sociais e ambientais presentes nas cidades.


As principais matérias estudadas são: projeto arquitetônico, projeto urbanístico, planejamento urbano, conforto ambiental, estética e decoração, história da arte, história da arquitetura, história do urbanismo, sistemas estruturais, tecnologia da construção, paisagismo, desenho técnico, desenho a mão livre e ensina-se também softwares para desenhos e modelagens 3D para arquitetura, entre outras matérias, a grade vária um pouco dependendo da faculdade, mas basicamente essas são as principais.


Engenharia Civil na faculdade:


Na engenharia civil a maneira de se estudar já muda um pouco, o curso é totalmente voltado a ciências exatas onde o foco é no planejamento de obras, dimensionamento de estruturas e questões técnicas em geral.


O curso tem a meta de formar profissionais que possam articular todas as etapas de uma obra, desde o seu planejamento até a etapa de finalização, acompanhando os materiais utilizados, o gerenciamento das equipes, a segurança, o controle de custos, etc.


O engenheiro civil é o principal responsável por calcular estruturas em geral, sejam estruturas de casas, prédios, pontes, entre outras.


As principais matérias estudadas são: matemática em geral, probabilidade estatística, geometria analítica, física, química, mecânica dos fluidos, tecnologia das construções, estruturas dos materiais, geotecnia, topografia, hidráulica, elétrica, saneamento, desenhos técnicos, entre outras. Assim como na arquitetura a grade de matérias pode varias um pouco dependendo da faculdade.


Áreas de Atuação


Arquitetura: projetos urbanísticos, projetos arquitetônicos, paisagismo, decoração, cenografia, luminotécnica, conforto ambiental, comunicação visual, desenho mobiliário, pesquisa cientifica e tecnologia, restauração, acompanhamento de obra, avaliação de imóveis entre outros.


Engenharia Civil: construção civil em geral, cálculos e acompanhamentos de estruturas e fundações, geotecnia, hidráulica, infraestrutura e transporte, saneamento, avaliação de imóveis, coordenador de projetos, entre outras.


Conclusão:


Como vimos, por mais que atuem em áreas parecidas a diferença entre arquiteto e engenheiro são grandes, o arquiteto estuda mais questões de espaços, configuração de layouts, conceitos históricos, decoração etc. E engenheiros vão mais pro lado técnico da coisa, de calcular estruturas, gerir obras, etc.


Há quem defenda que deveria ser somente um curso para as duas profissões, unificando-as, por terem responsabilidades parecidas e como mencionado antes por alguns aspectos uma depender da outra, mas nesse caso já vira uma opinião muito pessoal de cada um.


Ao meu ver, unir os cursos não seria correto, pois é muito conteúdo pra um só curso, porém acredito que deveriam ser cursos mais parecidos, os métodos de ensino são muito distintos um do outro causando certo estranhamento um do outro na faculdade e no começo da vida profissional.


Atualmente vejo muitos arquitetos e engenheiros brigando sobre as atribuições de cada um, isso tem que acabar, pois como já mencionado, arquitetos e engenheiros andam de mãos dadas e devem colaborar um com o outro, cada um no seu quadrado fazendo aquilo que é pertinente a sua profissão.


Gostou do artigo? Deixe seu like e comente aqui abaixo o que achou, sua opinião é muito valiosa para que continuemos a criar conteúdo para o blog, não esqueça de compartilhar em suas redes sociais. Obrigado pela sua leitura. 😊




+55 13 9 9162-8578

©2019 by outlierstudio
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS