+55 13 9 9162-8578

©2019 by outlierstudio
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

  • Angelo Geraci

5 passos que você precisa seguir para decorar sua sala

Atualizado: 28 de Ago de 2019

Muita gente se pergunta como decorar uma sala de maneira eficiente e ao mesmo tempo aconchegante e muitas vezes sem poder gastar muito. Trago neste post algumas dicas que vão te ajudar a dar um verdadeiro upgrade na sua sala.


Tudo começa com um planejamento eficiente de como você vai querer aproveitar seu espaço e torná-lo funcional, seguindo é claro, seu gosto, vou destacar cinco fatores importantes a serem seguidos na hora de decorar uma sala, ESTILO, CORES, AMPLITUDE, ORGANIZAÇÃO/HARMONIA e ILUMINAÇÃO.


1 - Estilo

O primeiro passo é conseguir identificar qual estilo lhe agrada mais, para poder dar um ponto de partida no projeto. O estilo a ser seguido deve seguir uma linha que combine com seu perfil. Existem inúmeros estilos belíssimos que são fáceis de serem seguidos, a seguir vou falar um pouco sobre alguns dos mais populares atualmente.


Minimalista: Um dos estilos que mais tem ganhado popularidade ultimamente, o estilo minimalista apresenta características mais “clean”. Como o próprio nome já diz é o “mínimo”, seguindo o conceito de que "menos é mais", e que com poucos elementos, e boas combinações podem deixar sua sala incrivelmente linda, e muitas vezes bem mais barata de se executar. Segue abaixo alguns exemplos:



CLIQUE AQUI para baixar o Guia para Iniciante na Decoração Minimalista.


Modernista: O estilo modernista, ou moderno, surgiu em meados do século XX e ganha força até hoje nos projetos de arquitetura de design de interiores. O estilo traz características de um conceito mais limpo, próximo ao minimalismo, porém com maior emprego de cores, itens decorativos e tecnológicos, apresenta geometrias mais lisas e foge bastante de elementos ornamentados. Seguem abaixo exemplos de salas decoradas seguindo o estilo modernista:


Rústico: O estilo rústico é rico em elementos naturais e artesanais, trazendo maior sensação de aconchego no local. Costuma-se utilizar muito, itens de decoração em pedra e madeira (muita madeira), trazendo sempre um ambiente com cores mais quentes e iluminação branda, é bastante usual também o emprego de vidros sutis para que se destaquem os elementos artesanais e/ou naturais. Seguem alguns exemplos de salas rústicas:


Eclético: O estilo eclético basicamente é uma mistura de vários estilos em uma coisa só, e se usado corretamente pode-se unir inúmeros elementos distintos formando combinações incríveis de decoração. Nesse estilo emprega-se normalmente o uso de muitas cores, em alguns projetos cores bastante vivas. Seguem abaixo alguns exemplos de salas seguindo conceitos de decoração ecléticos:


Como podemos observar, existem inúmeros estilos para decorar uma sala, ou mesmo um apartamento inteiro. Os que citei acima são atualmente os mais populares, porém ainda existem muitos outros como retrô, clássico, escandinavo, luxuoso, entre outros. O primeiro passo é identificar qual você sente maior identificação, para poder direcionar melhor como vai decorar sua sala.


2 – Cores

Definido o estilo de como será o perfil de sua decoração, chega o momento de definir a combinação de cores.

As cores devem seguir um conceito no qual a combinação deve ficar harmônica com o ambiente. Sugiro pegar uma paleta de cores e fazer comparações para entender diferentes combinações.



Existem inúmeras combinações já muito utilizadas para decoração, como tons suaves, tons fortes, mesclas de cores destacando uma cor específica, etc. Confira alguns exemplos:


Tons fortes


Tons claros


Mescla destacando cor específica


As cores dão vida à decoração da sua sala, muitas vezes a combinação de cores fala muito sobre o perfil de quem convive no local. Os tons de cores geram diferentes sentidos, como alteração de humor, sensação de aconchego etc. Por isso, é importante pensar numa escolha de cores eficiente para cada ambiente, contrastando as principais características, tanto para as paredes como para os móveis e decorações.


3 – Amplitude

O obstáculo muitas vezes não é a dimensão do ambiente, mas sim a otimização de seus elementos para que se torne um ambiente funcional e visivelmente amplo. Atualmente a tendência é morarmos em locais cada vez menores, onde se não for otimizado o espaço de maneira correta, o convívio ali torna-se muito desagradável.


Para trabalhar adequadamente a amplitude de uma sala, primeiramente deve-se pensar na circulação do local, mantendo um espaço de, pelo menos, 60 centímetros nas circulações secundárias e 90 centímetros nas circulações principais considerando normas de acessibilidade.


Um fator importante tanto quanto a amplitude em si, é a sensação visual de ter espaço no local, ter a impressão de um local espaçoso gera indiretamente uma percepção de aconchego e liberdade.


Dicas para maior sensação de espaço:


Use espelhos em locais estratégicos, mas sem exagero, a utilização de espelhos em determinadas paredes pode passar uma sensação incrível de espaço, as vezes até passando a impressão da sala ter o dobro do tamanho. Note na imagem a seguir, como o ambiente passa uma impressão de espaço bem maior do que realmente é graças a utilização do espelho.


Grandes janelas e uma combinação de iluminação natural com cores claras também gera maior sensação de espaço.



Quando falamos em ambientes pequenos é sempre bom evitar a inserção de muitos móveis e utilização de cores muito fortes. A liberdade proporcionada por um espaço influencia diretamente no quão aconchegante sua sala vai transparecer.


4 – Organização/Harmonia

A organização dos elementos de um ambiente, uma sala neste caso, deve ser vista com cuidado, e os itens devem manter uma certa harmonia entre si. Dependendo do estilo de decoração que pretende seguir é interessante nunca exagerar nos elementos decorativos colocados, por exemplo, numa parede, ou mesmo no meio da circulação.


Exemplo: uma parede com uma grande quantidade de quadros de cima a baixo pode causar uma sensação de aperto no local e como vimos anteriormente, amplitude visual é muito importante para um projeto de decoração bem elaborado e confortável. O recomendado nessa situação dos quadros seria por exemplo, colocar poucos quadros centralizados e de maneira organizada para que fique harmônico com o ambiente como podemos observar na imagem a seguir:


Vejo muitos projetos em que, de certa forma, o decorador acaba se empolgando e decorando paredes com quadros do piso até o teto e de fora a fora. Isso gera uma impressão ruim de lugar pequeno e traz desconforto visual. Para salas grandes, colocar muitos quadros pode até funcionar bem, mas deve-se tomar muito cuidado com isso para não comprometer o projeto por causa de uma coisa tão simples.


De modo geral, é importante fazer a decoração de sua sala sempre visando valorizar seu espaço, todos os itens decorativos a serem colocados devem sempre ter uma organização própria para que se mantenha um ambiente harmônico aos olhos de quem passar por ali.


5 – Iluminação

A iluminação é peça importante em todos os momentos do dia e principalmente na sala, que é onde normalmente tem maior circulação de pessoas. Um projeto bem feito de iluminação é essencial para dar vida a sua sala e por mais que pareça um verdadeiro “bicho de sete cabeças” tenho certeza que as dicas que vou mostrar a seguir podem fazer você repensar sua iluminação de maneira simples e eficiente. A seguir veremos algumas dicas para te ajudar a colocar a iluminação perfeita na sua sala.


Dê preferência a spots: Os spots de iluminação estão sendo cada vez mais utilizados nos projetos de decoração, principalmente em projetos de salas. Com os spots pode-se fazer uma iluminação mais bem distribuída no ambiente e muitas vezes sem precisar de uma iluminação central. Outra vantagem dos spots é que eles podem ser divididos dentre os circuitos de interruptores, sendo assim, você pode dividi-los em grupos e controlar quais acender e quais manter apagado a cada momento do dia. Mas tome cuidado, não exagere na quantidade de spots para que não fique uma iluminação muito carregada.


Ilumine pontos focais: O projeto de decoração da sua sala provavelmente tem algum ponto principal, ou talvez algum canto ou objeto mais bonito ou que chame mais atenção. Talvez um quadro, uma prateleira, ou um vaso de plantas, pode ser inúmeras coisas. Esse determinado item pode ser seu ponto focal, você pode utilizar um spot ou um ponto de iluminação qualquer direcionando a luz a esse ponto focal, o que vai dar destaque a ele e quando outras luzes estiverem apagadas e essa acessa, vai dar um grande realce a esse item enriquecendo muito sua decoração.


Aposte em luzes quentes: É cientificamente provado que luzes quentes geram maior sensação de conforto e/ou relaxamento nos ambientes. Uma sala geralmente é o local onde você procura descansar depois de um dia exaustivo de trabalho, por isso recomendo a utilização de luzes quentes para que sua sala lhe proporcione o máximo possível de conforto tanto visual quanto físico. Confira na imagem a seguir o quanto é diferente a sensação ao visualizar uma luz fria e uma luz quente.


Iluminação indireta também é uma boa opção: Outra opção interessante e um tanto quanto moderna para decorar sua sala, é utilizar meios de iluminação indireta, que nada mais é do que uma iluminação que não está focada diretamente ao ambiente. Ela primeiro reflete em algo antes da incidência direta, passando um aspecto de iluminação mais sutil e confortável. Para iluminação indireta, é bastante usual sancas de iluminação em “rasgos” no gesso do teto ou em cortineiros. Na maioria das vezes as sancas são iluminadas com lâmpadas de LED.


Trilho de iluminação, bom, bonito e barato: O trilho de iluminação tem se tornado uma tendência ultimamente nos projetos de interiores por ser um elemento simples de ser aplicado, que gera um resultado muito bom e a custos bastante acessíveis, visto que ele pode ser instalado direto no teto sem ter que mexer com gesso ou espalhar fitas de LED e spots no teto. Suas luminárias são flexíveis possibilitando que seja manuseada a iluminação para diferentes lados. Esse item está cada vez mais popular por sua simplicidade e eficiência, o famoso bom, bonito e barato.



Como vimos nos passos sugeridos para uma decoração adequada, existem muitas maneiras de turbinar o visual da sua sala, e inclusive, sem gastar muito para isso. Decorar uma sala pode ser mais simples do que parece, basta seguir a risca esses cinco passos e tenho certeza que sua sala vai se transformar em um destaque tanto visual quanto funcional de uma maneira muito positiva.


Já baixou seu guia? CLIQUE AQUI para baixar o Guia para Iniciante na Decoração Minimalista.


Gostou do artigo? Deixe seu like e comente aqui abaixo o que achou, sua opinião é muito valiosa para que continuemos a criar conteúdo para o blog, não esqueça de compartilhar em suas redes sociais. Obrigado pela sua leitura. 😊